domingo, 28 de fevereiro de 2010

guardar o mar

.

.
Tempos houve em que repudiava o mar. Não que o não admirasse como qualquer outro mas talvez por isso, por o admirar efectivamente e acabar por temer... Nesse tempo, em que o contacto com tal imensidão era disperso e voluntário, acabava sempre por evitar olhá-lo demoradamente. Tal grandeza inundava o meu pensamento e os cenários mais devastadores se apoderavam da minha consciência!
Hoje a história é outra. Não sei se por tanta demonstração de respeito, o mar, após denotação de convivência passiva quotidiana, permitiu que me aproximasse e convidou-me até à envolvência consigo. O mar gosta que gostem de si e, talvez por isso, abriu-se para mim e passou a esperar por mim todos os dias à hora inconscientemente marcada. Sempre sorri este mar ao ver-me chegar. Agora permite até que guarde pequenos pedaços de si, momentos que ele próprio me confidenciou querer recordar adiante. Eu sou amigo do mar, e ele sabe disso...
.
José Eduardo
.

ter e não ter ou... o meio termo!

.

.
Por que raio precisam de possuir muitos milhões se um só chega para viver uma vida cheia? ou, por outras palavras...
.
Quantos pobres são precisos para se fazer um rico?
.

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

resiliente

.

.
Também no inverno há coisas bonitas... O dificil não é encontrar, é saber procurar...
.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Alcoolémia II

.
O "post" que coloquei aqui no mês passado sobre os Alcoolémia rendeu-me uma agradável surpresa... À custa de o ter lido, Manelito, guitarrista da banda desde sempre, adicionou-me à sua lista de contactos do messenger e estivemos ontem em amena cavaqueira. Entre muitas outras coisas fiquei a saber que a banda tem agora João Beato como novo Vocalista e, vejam só, eles lembram-se daqueles marmelos que há uns anos em Carapeços os obrigaram a cantar "quero protestar" e outras músicas que estavam fora do alinhamento. Pode-se daqui imaginar o quão prazerosa foi esta conversa.
A banda continua a espalhar pelo país fora o perfume dos temas do seu
último álbum e, entretanto, presenteiam-nos com pérolas como a que vem abaixo:
.

.

suavemente

.

.
Estou sentado à mesa do café. Hoje, além da máquina fotográfica, trouxe o moleskine e posso guardar visões e sentimentos. Há um vidro enorme que permite ver as pessoas que passam na rua. Gosto de reparar que olham para mim e invejam o meu "dolce fare niente" que, elas próprias, julgam não poder ter. Os raios de sol trespassam esta parede translúcida e aquecem o meu corpo que se vai entregando à languidez. Sinto-me bem e, de caneta apontada às páginas brancas, sorrio para quem passa sem que dêem por isso. Sinto-me bem... Lá fora faz frio e aqui não!!! Gosto de estar assim, temporariamente sem destino e sei que jamais inventarei algum... Sinto-me bem... Parado e feliz!
.
José Eduardo
.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

domingo, 7 de fevereiro de 2010

sábado, 6 de fevereiro de 2010

colors

.

.
Agarrada em mim, esta imensidão de sonhos de criança que não concretizei... Agarrada em mim, esta desilusão que brota da certificação da inexistência da felicidade como certeza... Agarrado em mim, este amargo sabor de exercer esta filantropia sem ter par... Entranhado em mim, este fado que me impede de ser amado pelo meu pensamento mas odiado pelos meus actos!!!
Presa a mim, a saudade das cores de criança!!!
.
José Eduardo,.Fotografia e texto...
.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Liberdade querida e suspirada


.

Liberdade querida e suspirada,
Que o Despotismo acérrimo condena;
Liberdade, a meus olhos mais serena,
Que o sereno clarão da madrugada!
Atende à minha voz, que geme e brada
Por ver-te, por gozar-te a face amena;
Liberdade gentil, desterra a pena
Em que esta alma infeliz jaz sepultada;
Vem, oh deusa imortal, vem, maravilha,
Vem, oh consolação da humanidade,
Cujo semblante mais que os astros brilha;
Vem, solta-me o grilhão da adversidade;
Dos céus descende, pois dos Céus és filha,
Mãe dos prazeres, doce Liberdade!
.
.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

#33 of 365 @ flickr

. .
let dogs be happy...
.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010