quarta-feira, 31 de março de 2010

adorável quotidiano

.

.
Sentado na esplanada à beira mar tento enxergar um pouco do sol que, apesar de ainda prometer uma boa meia hora de sorrisos, se vai escondendo por detrás da lugubridade de uma enorme nuvem negra que, deixando-se levar por todo o seu egoísmo, o vai escondendo da cobiça alheia.
Na esplanada, apesar do vento frio e desconfortável, um par de amantes, namorados ou não, vai partilhando sorrisinhos apaixonados e comentando trivialidades que se lhes deparam na paisagem.
Naquele madeiro de estrutura apaixonante que se situa na imaginária linha de separação entre praia e povo desfilam pessoas de todas as aparências e feitios que insistem em espalhar sua vaidade por um espaço destinado ao lazer e bem estar.
Cá dentro, no aconchego destas paredes de vidro que filtram o vento e deixam passar o calor, um casal de meia idade partilha um lanche de ocasião sem que qualquer assunto ou visão lhes mereça o mínimo comentário que possa interromper o manjar inicialmente imaginado como de circunstância. Tenho a sensação de ter visto muitos casamentos acabarem assim ou até mesmo por serem assim.
Ao fundo da sala, um jovem solitário toma um café a pretexto de poder usufruir da Internet à borla que o bar concede aos clientes. Podia-o assemelhar ao meu comportamento mas não... Eu venho em busca da criatividade e do sossego, venho à fonte de palavras, de imagens, à procura do bem estar que fomenta a eloquência... Ele não... é mesmo só pela Internet à borla!!!
As conversas dos funcionários, tantos quantos os clientes, são bem audíveis. Consigo interpretar claramente aquilo que dizem, talvez porque o meu impulso de ingerência me impele para tal... Percebo que um deles está agastado hoje. Ao que me parece, convidou um outro para beber um café após o trabalho mas a proposta não teve retorno positivo... Sentencio logo a sua condição de homossexual e logo me envergonho de dar importância ao assunto.
Talvez por isso, volto a dirigir o meu olhar e atenção para o exterior e, surpresa, o sol já se pôs sem que tenha dado por isso. Olho para a câmara e sinto que ela me fita com ar de revolta e reprovação! Há um enorme barco ao largo cuja totalidade das formas tenho dificuldade em enxergar mas nada que não me impeça de, ao cabo de um momento, perceber que espera pacientemente mas com ar de desagrado, que um pequenino da sua espécie se digne orientá-lo para a barra de acesso ao porto.
Volto a olhar para dentro... espero que os olhos se acostumem à luz que entretanto se acendeu e vou reparando numa bela jogada de golo que a sportv reporta de um qualquer jogo da união de Leiria.
A chávena do café está fria e exala um odor a café frio que em nada se compara ao suave aroma da torrefacção quando quente. Peço outro para não assolar o momento e de imediato o som do moinho do pequeno grão, apesar de incaracterístico, me alegra a níveis que me surpreendem.
Acho que me vou embora... O laranja do horizonte cativa-me o olhar apesar da ventania que, não sentindo na pele, consigo perceber e decido com altivez que tal não encaixa neste cenário.
Há uma bela jovem em trajes desportivos que se aproxima ao longe e faz com que me demore no acto de abandonar o local... Já passou... vou embora.
Noto que alguém me fita como eu mesmo tanto gosto de fazer... Imagino essa pessoa fazendo uma má interpretação do meu carácter, imaginando-me depressivo, sozinho por imposição... mas não!!! é por opção... Vou embora!
.

domingo, 28 de março de 2010

lux

.
assim mesmo sem pretensiosismos... o sítio de sempre, o olhar de sempre, a vontade de sempre... um sentimento diferente!!!


.


.

sexta-feira, 26 de março de 2010

garante-se o futuro daquilo que é belo!!!

.
.
Retomando o tema do último post, lembro a tarde de domingo que passei há uma semana na minha cidade Natal (e que saudades) e como achei bela esta convivência entre novos e velhos, garantindo assim a sustentabilidade de costumes!!! Pareço um velho a falar mas... é bonito de se ver!!!

quinta-feira, 25 de março de 2010

a minha cidade tem côr

. .
a minha cidade tem côr, tem vida, tem alegria...
a minha cidade é simples e verdadeira, não mente, não engana...
a minha cidade é alegre e despretenciosa... a minha cidade tem cores...
é a minha cidade!!!
.

segunda-feira, 22 de março de 2010

domingo, 21 de março de 2010

a minha terra

.
está sempre em festa...
. .

sexta-feira, 19 de março de 2010

o evangelho da esperteza

.

.
(...)E o senhor elogiou o administrador desonesto, por ter procedido com esperteza.(...)
.
in: evangelho segundo S. Lucas Lc 16, 1-13
.

interiores


quinta-feira, 18 de março de 2010

convivências

.


.
... dize q'isto que faz mal à saúde!!! Ó Senhor, eu disso num sei nada!!! Ele há quem se queixe praí do barulho mas eu tamem cum esta idade já num ouço nada, sabe!
... e ó despois tenho lá dois netos a trabalhar que é quem traze o sustento pra casa. Se num fosse isto onde é c'a gente ia agora ganhar dinheiro? da maneira q'isto tá mau!!!
... isto dantes num era nada assim, sabe. Corria aqui o regato e chegaba lá abaixo ó mar ainda limpinho. Olhe, a gente dantes tamem deitaba a porcaria que faziamos pró rio mas era pouca gente, sabe! Dês que veio praí a fábrica isto cresceu munto!!! Veja lá que já nem um carro de bois se bê passar aqui no caminho!!!
... olhe, num sei!!! uns dize q'isto é bom, outros dize q'isto é mau!!! Sej'ó que deus quiser, pra mim e pro meu home já num há-de ser!!!
.

quarta-feira, 17 de março de 2010

terça-feira, 16 de março de 2010

livre arbítrio

..

.
não me tentem convencer de que as dificuldades que se me deparam constituem teste ao meu carácter, não me impinjam um destino, não me pintem cenários de pré-concepção!!!
Eu escolho o meu caminho e, em função de tal, gozo ou sofro o seu resultado!!! É também por essa possibilidade que me guio e dificulto, ou não, o meu trajecto... Sou eu quem tal ordena, cada um que escolha entender assim ou se deixe levar!!!
.

sábado, 13 de março de 2010

Matosinhos em Jazz 2009

.
Ansiando pela edição de 2010...

Arturo Sandoval e Ed Calle... à conversa!!!
.


.

.

quinta-feira, 11 de março de 2010

sentido

.


.

Retratos no Café Fenix

..
Muita gente conhecida a expôr este sábado no Café Fénix!
.

quarta-feira, 10 de março de 2010

como agora

viva il comunismo...
viva la rivoluzione...
viva la libertà...
.

terça-feira, 9 de março de 2010

sábado, 6 de março de 2010

para não esquecer...

...e porque me apetece!

.

Regina Spektor - Eet

.